Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

acimadetudoviver

acimadetudoviver

Infância

01.11.13, acimadetudoviver

A par do meu primeiro post de hoje aqui vai mais um no mesmo seguimento, desta feita não sobre amor mas sobre felicidade, inocência e sonhos.

Tenho o privilégio de dizer que tive uma infância feliz! Vivi num outro país, onde nasci e vivi até aos 6 anos, e tive a sorte de nesse tempo ter tido a maior parte das vezes o meu pai a tomar conta de mim. Resultado, sempre que isso acontecia os meus dias eram povoados de brincadeira, passeios de bicicleta, idas ao parque. Assim não senti a falta de não ter frequentado um infantário ou de só estar e brincar com outras crianças quando estava em Portugal ou quando saíamos com amigos dos meus pais que tinham filhos.

Quando vinhamos de férias a Portugal ou até mesmo depois de regressarmos tive sempre uma "vida" intensa, sempre  tive muita liberdade e talvez por viver numa zona de campo era-me permitido fazer tudo o que queria, assim dei asas à minha imaginação e ao disparate também e com os meus amigos desde brincadeiras, subir árvores, andar pelas quintas, apanhar fruta ou ás vezes ficarmos deitados na relva a imaginar formas para as nuvens no ceú.

Assim posso dizer que a minha infância foi repleta de sonhos, de brincadeiras e de muita imaginação para que todos os dias fossem únicos.

Tudo o que eu vivi de bom, de bonito é o que eu desejo para o meu filho, que ele tenha o prazer de dizer que teve uma infância feliz e que lhe foram proporcionadas vivências boas da mesma forma que eu o faço.