Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

acimadetudoviver

acimadetudoviver

A Indiferença Mata

02.07.19, acimadetudoviver

Num tempo em que cada vez mais o que conta são as aparências, são as fotografias bonitas que se colocam no facebook, pois se não está no facebook é porque não existe ou não aconteceu, para depois aparecerem os comentários a destilar veneno e a reduzir a vida das pessoas que não se conhece como se de facto aquilo que é colocado no facebook fosse o mais importante.

Enquanto isso a vida acontece e acontece de uma forma muito triste, individualista e egoísta, enquanto isso o vizinho do lado passa por necessidades básicas e ninguém percebe, ninguém vê ou ninguém quer ver e isto corroe-me por dentro. Fico desvastada quando me aparecem pessoas no início de um dia de trabalho que me perguntam se tenho um bocadinho para elas porque precisam de desabafar, porque precisam de atenção e às vezes precisam de "uma moeda" para comprar pão ou um medicamento. Tento ser imparcial, tento não interiorzar mas nem sempre consigo, aliás quase nunca consigo, é dificil ficar indiferente pois penso sempre que poderiam ser os meus, poderiam ser as minhas pessoas e eu ia gostar que alguém tivesse um pouco, um pouco de tempo para eles.

De vez em quando estes "banhos de realidade" deixam-me num misto de raiva, de desespero e de uma tristeza profunda por perceber que isto que me bate à porta quase todos os dias, porque trabalho num sítio onde infelizmente há muitas pessoas que estão sozinhas, é uma realidade cada vez maior. Quando me deparo com estas situações, não consigo deixar de pensar se estarei a dar o melhor de mim, se estarei a fazer o que é certo, se estarei a conseguir entrar no coração do meu filho para que ele não se transforme numa pessoa insensível aos outros. Eu quero acreditar que sim, eu quero acreditar que o amor é a única forma de fazer diferente.