Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

acimadetudoviver

acimadetudoviver

Dizer Não!

16.07.19, acimadetudoviver

Quando um dia uma pessoa te pede para sair, tu ficas surpreendida porque tu não te identificas com aquela pessoa, não encontras nada que possas ter em comum e até ali era só alguém que tu cumprimentavas cordialmente porque és educada, logo respondes que não. A pessoa pergunta porquê e tu educadamente, tentando não ferir susceptibilidades inventas qualquer coisa: que está a chover, que está sol, que o cão está doente (nem existe cão), mas a pessoa não percebe, ou faz que não percebe e tu começas a ficar cansada, e a pessoa volta a insistir e tu começas a perder a paciência e a pessoa continua a insistir e tu, às tantas, já estás capaz de ser mal educada e de responder torto para ver se se faz luz naquela cabeça desprovida de sentido de oportunidade.

Eu não consigo entender como é possivel uma pessoa não perceber que está a ser inconveniente e se tu dizes NÃO uma vez, não vai passar a ser sim dali a 5 minutos nem dali a uma semana porque simplesmente não é uma pessoa com quem tu queiras estar, lá porque a conheces e te cruzas com ela no teu dia-a-dia não tem que passar a ser tua amiga e diz-me a experiência (porque já passei por outra situação semelhante) que se tu cedes uma vez porque tens pena e afinal é só um café, ou só um copo, ou só qualquer coisa sem importância isto na cabeça da outra pessoa toma proporções gigantescas e depois é bem pior para te livrares dela.

A verdade é que é uma situação complicada e é cansativa, porque a dada altura já tiveste que bloquear o número dessa pessoa no telemóvel e começaste a escolher outros caminhos para não te cruzares com ela, simplesmente porque a pessoa não percebe que Não é Não!